Cinza

Porque nem tudo pode – nem deve – ser definido. Não é necessário ser verdade, nem mentira. É necessário ser. Não é preciso assinar nenhuma lei, nenhum dogma, nenhum pacto. Apenas viver.

Quando viver é muito mais do que prestar contas de algo a alguém. Quando expressar e omitir tem o mesmo peso bom. E saber usar tais movimentos define o sucesso das relações, como num jogo de xadrez.

Porque nem tudo pode – nem deve – ser explicado, esmiuçado, justificado. É necessária a incerteza. O combustível que move para frente. Faz tentar mudar o destino, faz o impossível parecer possível, faz acreditar até diante da situação mais cética. Apenas crer.

Quando sonhar é muito mais do que dormir e acordar. Quando planejar e improvisar tem o mesmo peso bom. Quando peões podem ser reis. Ou desbancar reis. Ou conquistar rainhas. Como num jogo de xadrez.

Porque nem tudo pode – nem deve – ser julgado. É necessária a análise. Não é preciso ser herói, nem vilão. Todos têm todas as faces. Às vezes bons, às vezes ruins, às vezes em vantagem, noutras não. Vivendo e aprendendo a jogar. Podendo muitas vezes prever movimentos, sendo surpreendidos noutras tantas. Como num jogo de xadrez.

Mas ao contrário do jogo de xadrez, onde há apenas o preto e o branco, a vida é bem mais que isso. Peões, bispos, torres, cavalos, reis, rainhas. A vida é cinza, vários tons, bem imprevisível. Muito mais do que um jogo de xadrez. E perceber essas nuances nos faz pessoas melhores. Ainda bem.

Anúncios

Agora pare: Escreva um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s