Diários Secretos da Cafajestagem – Capítulo I – La Bombonera

[Nada escrito neste texto é inverídico. Qualquer semelhança com a vida real não é mera coincidência. São depoimentos reais de cafajestes atuantes, em remissão, aposentados, mas sempre, sempre com o gene da cafaestagem como dominante]

– E aí, cara?

– E aí. Beleza?

– Beleza, tá sumido. Como você está?

– Estou bem, e você?

– Estou ótimo.

– Ouvi dizer que você estava saindo com fulana.

– Eu?

– É. Qual é, vai negar agora?

– Eu nunca nego. Apenas não confirmo.

– Me falaram que você estava saindo com ela. Capa de revista, hein? Parabéns. Qual é o segredo?

– Não existe segredo, é fazer o que tem de ser feito.

– Peraí, tem de existir uma manha, uma fórmula, um ritual.

– O importante é ser o que você é. Sempre.

– Para com essa ladainha, conta a verdade [Garçom, traz mais duas cervejas]

– Eu sei que você gosta de futebol.

– Sim, eu gosto de futebol.

– Você assiste a Libertadores?

– Só quando meu time joga.

– O primeiro erro é esse. Você tem que assistir sempre. O seu time de futebol é seu melhor amigo, você tem de estar ao lado dele nas boas e nas ruins.

– Hum, entendi. Mas continue, o que tem a Libertadores com a arte da conquista?

– Você conhece o Boca Juniors?

– Claro que eu conheço! É o time do Maradona, né? O bicho papão dos brasileiros e tal.

– Isso. A metáfora da vida sexual de um homem é o Boca Juniors.

– Ahn? Como é? Me perdi no raciocínio. [Garçom, mais duas]

– O Boca Juniors tem um estádio chamado La Bombonera. Neste estádio, o time visitante é completamente envolvido, dominado e raramente consegue resistir ao dono da casa.

– Hum. E aí?

– E aí que quando você conhece uma garota, você precisa conversar com ela, como se ela fosse sua adversária na Libertadores do Amor.

– Certo.

– Marca o encontro no seu campo. Num barzinho, um cinema, onde você se sinta à vontade. Ali, onde você domina as ações, será a sua Bombonera.

– [arregala os olhos]

– Como ela é a visitante em La Bombonera, virá retraída, jogando nos contra-ataques. A esperança dela é sair com um empate, deixar o jogo no 0x0. Mas você tem a consciência de que vai ganhar. Ela está ali, estudando o ambiente e ainda não sabe que será envolvida completamente. Uma hora ou outra ela não vai resistir e La Bombonera vai tremer.  Você está jogando em casa, tem que dominar as ações e fazer o time brilhar.

– [Escuta atentamente] Danado.

– Quando ela vier, toda bonitona, no seu campo, você usa sua melhor lábia e envolve a moça. Afinal, ela está na sua Bombonera. Deve ser envolvida, controlada, dominada, sentir o arrepio na nuca e o calor da torcida.

– Entendi!

– Aí, amigo, quando ela menos esperar, você marca o gol e sai para o abraço. Porque na Bombonera, a visitante faz parte do espetáculo.

– Garçom, saideira e conta!

__________________

Baseado em uma conversa com o brother Gui Pinheiro.

Anúncios

20 opiniões sobre “Diários Secretos da Cafajestagem – Capítulo I – La Bombonera

  1. Pingback: Diários Secretos da Cafajestagem – Capítulo XVI – Das Fraudes | Cotidiano e Outras Drogas

  2. Pingback: 301 | Cotidiano e Outras Drogas

  3. Pingback: Diários Secretos da Cafajestagem – Capítulo XV – Cachê | Cotidiano e Outras Drogas

  4. Pingback: Diários Secretos da Cafajestagem – Capítulo XIV – Putão | Cotidiano e Outras Drogas

  5. Pingback: Diários Secretos da Cafajestagem – Capítulo XIII – Miscelânea | Cotidiano e Outras Drogas

  6. Pingback: Diários Secretos da Cafajestagem – Capítulo XII – A Toalha | Cotidiano e Outras Drogas

  7. Pingback: Vingança de cafajeste | O Barrense

  8. Pingback: Diários Secretos da Cafajestagem – Capítulo XI – O Consórcio | Cotidiano e Outras Drogas

  9. Pingback: Diários Secretos da Cafajestagem – Capítulo X – O Churrasco | Cotidiano e Outras Drogas

  10. Pingback: Diários Secretos da Cafajestagem – Capítulo IX – Churrasco | Cotidiano e Outras Drogas

  11. Pingback: 201 | Cotidiano e Outras Drogas

  12. Pingback: Diários Secretos da Cafajestagem – Capítulo VIII – Nome Artístico | Cotidiano e Outras Drogas

  13. Pingback: Diários Secretos da Cafajestagem – Capítulo VII – Cultura da Sacanagem | Cotidiano e Outras Drogas

  14. Pingback: Diários Secretos da Cafajestagem – Capítulo VI – Urucubaca e Pênalti | Cotidiano e Outras Drogas

  15. Pingback: Diários Secretos da Cafajestagem – Capítulo V – Impedimento | Cotidiano e Outras Drogas

  16. Pingback: Diários Secretos da Cafajestagem – Capítulo IV – Evidências | Cotidiano e Outras Drogas

  17. Pingback: Diários Secretos da Cafajestagem – Capítulo III – A Falha | Cotidiano e Outras Drogas

  18. Pingback: Diários Secretos da Cafajestagem – Capítulo II – Reveillón | Cotidiano e Outras Drogas

Agora pare: Escreva um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s