Retrovisor

Mais uma vez o assunto do momento são fotos que vazaram na internet. E, claro, o assunto é seguido por uma série de opiniões da massa que crucifica a menina. Já sabem nome, sobrenome, CPF e identidade da moça. O babaca que publicou as fotos? A única coisa que se sabe  sobre ele é que – além de ser idiota – tem pau pequeno.

Neste momento, a menina, despedaçada, deve estar pensando em mil e uma formas diferentes de sumir do mundo, enquanto o seu ex-parceiro, apenas uma pessoa mesquinha e frustrada, deve estar sorrindo com o intuito alcançado. Entre eles, milhares de pessoas apedrejando a vítima como se fosse culpada, revivendo e aprimorando a cena bíblica de Maria Madalena, com a diferença de que falta um Jesus para enfrentá-los.

Porque, atualmente, muitos se reservam ao direito do pré-julgamento alheio sem defesa. Agora é moda. Opinião é imposição. A discordância gera inimizade e a crítica é ofensa. A imensa maioria não se dá ao trabalho de olhar para o teto e ver o telhado de vidro, ou de olhar no retrovisor da vida e ver o tamanho do rabo que se deixa de fora quando se critica alguém assim.

As soluções oferecidas são sempre defensivas, como se o bandido, o cretino, tivesse razão. “Não pode dar mole”, “Não pode fazer”, “É um absurdo”. Infelizmente, esta é a realidade, mas está errado, não deveria nem poderia ser. Claro que deve haver precaução, mas a maioria dos psicopatas não se revela facilmente, e ninguém tem uma placa escrito “idiota” na testa. [alguns até têm, mas vocês entenderam]. Está tudo errado. Compreensão, discernimento, análise e dignidade fariam bem a todos, sempre.

Nelson Rodrigues está com a razão mais uma vez. “Tarado é a pessoa comum pega em flagrante”. Não é o mundo que está em falência, é a sociedade, somos nós. É preciso uma reestruturação social e comportamental urgente. Menos leis, mais bom senso. Muito mais bom senso.

Há muito mais pecados dentro de nós do que nos outros. Escolher o caminho fácil do escárnio alheio é questão de – mau – caráter. Acusar demanda muito menos esforço do que admitir, defender ou mudar. Antes de acelerar rumo à humilhação dos outros, convém observar o retrovisor moral de cada um de nós.

Anúncios

4 opiniões sobre “Retrovisor

  1. Pingback: 201 | Cotidiano e Outras Drogas

  2. Nossa, eu concordo totalmente com você. Seu texto falou tudo e entrou em um assunto muito polêmico.
    As pessoas que falam que nunca julgam e que dizem que não têm preconceito sempre são as primeiras a julgar. Sempre. E depois ficam pagando de aceitar tudo e todos. Hipocrisia, isso sim.
    Isso é o mais frustrante das pessoas, elas julgam sem conhecer o outro e nem olham os próprios defeitos, que todos nós temos.
    E nem sei o que falar sobre casos assim. Onde está a humanidade das pessoas? Só porque terminou o relacionamento, não significa que pode difamar, humilhar a outra. Isso é uma questão de respeito, coisa que, infelizmente, está cada vez mais escassa atualmente.

    Curtir

  3. Pingback: Retrovisor (via Cotidiano e Outras Drogas) | Beto Bertagna a 24 quadros

  4. Concordo com você. Acho que é um absurdo não podermos confiar nas pessoas, mas, ao mesmo tempo, eu penso no que poderia ser feito já, agora. O que as mulheres podem fazer para evitar que isso aconteça? Por que não depende só delas, infelizmente. Eu mesma já tive uma experiência ruim assim, de um ex-namorado que saiu falando coisas que, de tão absurdas, ninguém botou fé. Mas e se tivessem acreditado? E se houvesse fotos? Aprendi a criar certa desconfiança de tudo e de todos, o que não me impediu de quebrar a cara outras vezes (o episódio do babaca falastrão não se repetiu, ainda bem). Porém, o que nós mulheres podemos fazer? O que podemos ensinar às mais novas?

    Esses dias, a escritora Joyce Carol Oates comentou no Twitter que a misoginia não é natural, é aprendida. Para mim, é questão de educação mesmo. Não estou colocando a culpa nos pais, porque cada indivíduo é teoricamente pensante, mas acho que enquanto famílias educarem seus filhos com pensamentos machistas, continuaremos vendo babaquices lamentáveis como a que aconteceu hoje.

    bjs! 🙂

    Curtir

Agora pare: Escreva um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s