A Revolução das Letras

Tudo começa numa tarde quente. Em meio a incontáveis digitações compenetradas, a tecla “E”, num surto de rebeldia, pula do teclado do computador. Salta e se debate. Como o peixe no clip de “Epic”, como um ataque epilético. Vai e não volta. Liberta. Libertária.

Inúmeras tentativas são aplicadas para trazer o filho pródigo de volta ao seu lugar. “E”. É, A gente não tem cara de babaca – quem disse? Durante uma hora, contada no relógio, a tecla “E”, de hastes tortas, dribla o humano, como um Garrincha de plástico, humilhando o oponente com a mesma tática, repetidas vezes. Uma vergonha, um embaraço, um João.

Depois de tanto esforço para nada, mais uma tecla pula. É a tecla “S”. Mesmo modus operandi. Já não é o acaso, é um motim. Não dá pra escrever sem “E”, imagine sem “S”. O sofrimento não pode parar, a amputação de idéias de forma crescente.

Na rebelião do teclado, as palavras estavam incompletas. Eu já aguardava que as letras fizessem um manifesto contrário a textos mal escritos, ou mal interpretados. Enquanto elocubrava as hipóteses plausíveis – ou nem tanto – a tecla “C” rumava para a liberdade, saltando olimpicamente, se juntando às outras duas, aguardando mais alguma letra desgarrada para uma formação de quadrilha literata, literalmente.

Seria uma revolução das letras? Uma marcha contra os escribas? A revolta contra a inclusão digital? A materialização de um pesadelo? Eram quase seis da tarde. O calor estava insuportável. O próximo passo foi imaginar textos desconexos sem o “E”, o “S”, o “C”. Txtz dzknxz, algo do tipo.

Poderia ser uma alucinação, mas eram apenas teclas velhas, pulando de um computador também idoso. Em vez de criar devaneios literários, a solução indicada foi buscar o pragmatismo: trocar o teclado. Assim, de forma nada romântica, muito menos metafórica, foi sufocada a revolução das letras.

 

Anúncios

Uma opinião sobre “A Revolução das Letras

Agora pare: Escreva um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s