O Controlador de Passaportes do Zimbábue

[Em algum dia do fim de 2012…]

Na fronteira entre Zâmbia e Zimbábue, eles estão prontos para visitar The Victoria Falls, as cachoeiras mais bonitas do mundo. Mas, para isso, precisam atravessar a fronteira. Há uma ponte entre os dois países, mais ou menos 700 metros, cuja jurisdição não é muito clara.

– Cara, se alguém passar a mão na minha bunda aqui, eu recorro ao governo do Zâmbia ou ao governo do Zimbábue?

– Juridicamente?

– É, juridicamente.

– Tecnicamente, seria uma coisa compartilhada. Co-responsabilidade.

– E na prática?

– Bem, na prática, sabe como é. Seja o que Deus quiser. E olha que eu sou ateu. Cuide da sua bunda.

– Ok, muito edificante.

Ao fim dos 700 metros da ponte chegam ao posto de fronteira do Zimbábue. Ele estava lá. Rechonchudo, sem pescoço, óculos de lentes grossas. Um buda de ébano perdido no coração da África. O Controlador de Passaportes do Zimbábue.

Depois de alguns minutos de conversa em um inglês com sotaque inimaginável, em que telepatia frequentemente era confundida com a tia de Pelé, o controlador de passaportes dá um maço de folhas para preenchimento.

– Vocês precisam preencher isso aqui

– Ok.

– Depois, me entreguem.

– O senhor pode me emprestar uma caneta para o preenchimento?

– Caneta?

– É.

– [pega a caneta no bolso, olha fixamente para ela e para o interlocutor] [cara cínica]

– [cara incrédula]

– Só tenho essa caneta. [guarda de volta no bolso].

– Mas, mas…

– [olha cinicamente para o interlocutor]

Eles voltam metade da ponte até achar um caminhoneiro bondoso, que empresta uma caneta. Assim, conseguem preencher os papéis. Estão decididos a não oferecerem suborno ao controlador de passaportes do Zimbábue. Voltam ao posto. Entregam os papéis. O buda burocrata de ébano boceja. Olha fixa e cinicamente para eles. Pergunta.

– Como vocês vão atravessar a fronteira?

– ?!

– É. De carro, caminhão, moto?

– On foot.

– On foot?!

– É [faz sinal de caminhada com os dedos]

Mas não tem essa opção no formulário.

– Bem, eu tenho que dizer a verdade, certo?

– Certo.

– Então vou escrever “on foot” aqui.

– [olha cinicamente] “On foot”…

É. [faz de novo sinal com os dedos]

– [olha cinicamente] Ok.

Observa a papelada preenchida, pega os passaportes. Olha calmamente. Cal-ma-men-te. Um deles se exaspera.

– Ele está de sacanagem! Porra, esse puto está de sacanagem. Eu vou matar esse gordo.

O controlador de passaportes do Zimbábue olha e cinicamente diz, com sotaque carregado, português angolano.

– Eu não te entendo.

Se entreolham, perplexos. Será que ele entendeu? Se entendeu, fudeu. E agora? Será que ele entendeu? Além dos loucos de todo gênero, existe um tipo de pessoa que não se deve contrariar. Fiscais de fronteira são onipotentes, brincam de deus. Se ele não for com a cara do incauto turista, acabou a brincadeira. O controlador de passaportes do Zimbábue fica em silêncio, analisa e manuseia os passaportes mais uma vez. Olha cinicamente – já virou rotina.

– São 30 dólares americanos cada visto.

– Dólares americanos?!

– É.

– E os dólares zimbabuanos?

– No tempo em que estamos conversando, eles já perderam 50% do valor. Então não dá pra cobrar de acordo com os dólares zimbabuanos.

– Ok.

Cada um paga o valor combinado, com 50 dólares. Esperam o troco. O controlador de passaportes olha fixamente de novo. O olhar cínico que permeou toda a conversa.

– Cadê meu troco?

– Estou sem troco. Ou vocês esperam aqui chegar o troco ou terei de ficar “devendo”

[se entreolham] – Pode ficar com o troco.

[carimba os passaportes] – Bem vindos ao Zimbábue. Espero que gostem. Comprem um souvenir da terra. Que tal uma caneta?

[saem resmungando e xingando, rumo às Victoria Falls]

_______________

Baseado em fatos surreais dos amigos Marcus Lavorato e Enzo Bello.

Anúncios

Agora pare: Escreva um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s