A Multa

[toca o telefone]
[o sinal está vermelho]
[atende o telefone no viva voz]

– Tô chegando, tem calma.

[escuta a sirene]

– Encosta aí, fera.

[pensamento 1: Fudeu]
[pensamento 2: Lá vem multa]
[pensamento 3: Que porra é essa de “fera”?!]

– Então, o senhor estava ao telefone no trânsito, o senhor sabe que está errado?
– Sim, sei. Estou completamente errado.
– Trabalha com o que?
– Operações.
– Hum. É médico? [riso forçado]
– Então, você sabe que a vida está difícil.
– Pois é, se pro senhor está difícil, imagine pra quem toma multa fazendo besteira.
– Mas nada que não se resolva.
[olha para o guarda, incrédulo]

– Documentos do carro.
– Está aqui, tudo em dia.
– Mas este documento é do ano passado.
– Bem, aí é culpa do Detran e do correio. E eu estou no prazo.
– Hum, você conhece os prazos? Que interessante.
– Se eu sei que estou errado, tenho de saber quando estou certo.
– Faz sentido. Sua habilitação.

[entrega a habilitação]

– Hum, nenhum ponto, nenhuma multa. Enganando bem, hein? [riso forçado]
[olha de novo, incrédulo]
– Bem, você sabe, muita complicação, multa, ponto na carteira. Tudo pode ser resolvido da melhor maneira…
[toca o telefone]

– Tô chegando
– Tá tudo bem?
– Daqui a pouco estou em casa, tô resolvendo um probleminha.

[desliga o telefone]

– É a namorada?
– Não, esposa.
– Que houve? Vão comemorar alguma coisa?
– Não, ela está grávida. Estávamos falando sobre isso no telefone.
– Grávida? Por isso você estava no telefone? Amigo, vou te dizer uma coisa. Falar no telefone é muito perigoso, você não pode se arriscar assim, tem de dar uma parada, além da multa pode sofrer um acidente. Você tem noção do que é uma criança crescer sem pai? [mais uns quatro parágrafos de sermão]
– O senhor tem razão.
– É o seguinte: Não vou multar você não. Nem vou pedir um café. Você também ou é burro ou é chato, porque nem tentou me subornar, nem entendeu minhas indiretas. Ligue pra sua esposa – agora, com o carro parado – e diga que está indo pra casa. E eu vou tomar café em outro canto.
– Ok, senhor. Obrigado. Boa noite.

[volta a dirigir]
[no sinal, vê um carro, com som alto, sendo parado]
[suspira aliviado]
[acelera]

Anúncios

Agora pare: Escreva um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s