Sentidos

– O que você acha?
– É importante expressar o que eu sinto.
– Acha mesmo? Ou tem certeza? Quem acha está perdido.
– Sim. Tenho certeza.
– É relevante se abrir e expressar o que se sente, acredite nisso.
– Acredito piamente.
– E o que vai dizer?
– Não sei.
– Ótimo começo. Não saber o que vai falar. Tudo pra dar certo.
– Gosto do seu sarcasmo.
– Metade de mim é assim.
– E a outra metade?
– Me responda você.
– Você não vai gostar de ouvir.
– Hum. Sincerão.
– Só quando você merece.
– Além de sincerão, rancoroso. Isso faz mal, sabia?
– Você não me leva a sério.
– Alguém tem de ter uma dose de leveza aqui, e este alguém não é você.
– Depois eu que sou o “sincerão”.
– Vamos focar no assunto. Você vai falar mesmo?
– Vou.
– Tá decidido?
– Estou.
– Já pensou no que vai dizer ou continua com aquele “não sei”, vagando entre o tímido e o ridículo na cabeça?
– Já pensei.
– E o que vai dizer?
– Não interessa.
– Mas você é muito ingrato mesmo. Está aqui desabafando comigo e não tem capacidade de me dizer o que vai falar. Quando está nervoso, me procura. Segue minha orientação. Às vezes, quer que eu aja por você. E agora me vem com essa. Tudo bem, eu mereço.
– Eu preciso ser protagonista da minha vida, não é sempre que você vai me dizer o que fazer. Ou aprovar o que vou falar.
– Pois saiba você que somos muito ligados. Sou capaz de imaginar letra por letra do que você vai contar.
– Porra nenhuma.
– Sim, sou. Inclusive mude esta trilha sonora incidental nos seus pensamentos, de Elton John pra Marvin Gaye.
– O que?
– É. Açúcar demais dá diabetes. Marvin Gaye é mais malemolente.
– Você é um palhaço.
– Sou, mas você sabe que tenho razão.
– …
– Tá vendo? Silenciou. Sabe que tenho razão mesmo!
– Vou lá, me deixa em paz.
– Cara, boa sorte. Só dois conselhos.
– Quais?
– Um, pare de ficar falando sozinho, como agora. E tome seu remédio, eu preciso descansar.

Anúncios

Uma opinião sobre “Sentidos

  1. Esquizofrenia, lá vamos nós!
    Legal o texto, um pouco confuso por falta de caracterização dos personagens.
    Geralmente, não digo por regra, o outro eu costuma a ter personalidade própria, no modo de se expressar. Só estou puxando assunto. Gostaria que falasse um pouco sobre o texto. Eu achei legal.

    Curtir

Agora pare: Escreva um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s