Danse Macabre

Não existe nada mais efêmero que a eternidade. A alegoria e o adereço de estar sempre buscando um caminho eterno de glória e felicidade, visando o melhor para si e outrem é apenas uma maneira de imaginar rosas entre os espinhos.

Mas não que isso traga um tom de desesperança ou amargura, longe disso. O caminho, por si só, é tão divertido quanto difícil. As decisões que separam crianças de adultos devem ser tomadas com toda a carga que possuem. A alquimia que transforma medo em coragem é um segredo tão bem guardado quando fazer chumbo virar ouro, mas ocorre involuntariamente, quando a necessidade se faz presente.

Na busca silenciosa por um trajeto menos sinuoso e tortuoso, tudo influi, como um efeito borboleta. Muitas vezes, entretanto, mariposas se mostram borboletas no caminho, teimando em rodear a luz alheia, se alimentando da sinalização, para se manter em evidência e fatalmente queimando as asas e caindo sós ao tempo da queimadura. Não há vôo que se sustente sem brilho próprio.

Mesmo com as intempéries e as tormentas silenciosas, internas e externas, desfilando pelo tribunal social que julga e muitas vezes não tem coragem de sentenciar cara a cara, preferindo proferir despachos em forma de murmúrios, há sempre a certeza de que na próxima curva haverá novas possibilidades e essa expectativa alimenta a alma.

Se vive sempre em uma dança macabra rumo aos próprios túmulos. E são muitas sepulturas na vida, enterrando momentos, destinos, sonhos, convicções. Refazendo caminhos, ressuscitando esperanças. No baralho do destino, há sempre espaço para renovação. A carta é XIII.

Anúncios

Uma opinião sobre “Danse Macabre

Agora pare: Escreva um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s